TOPO  

O que é a Usenet? [Um guia para principiantes]

A Usenet, muitas vezes ofuscada pelo brilho e glamour da Internet moderna, continua a ser um dos pilares fundamentais da comunicação em linha. Antes da chegada da World Wide Web, dos blogues e das plataformas de redes sociais, a Usenet era o principal centro de discussões digitais, partilha de ficheiros e informações.

Mas o que é a Usenet e porque é que ainda é importante no mundo atual da comunicação instantânea? Vou esclarecer esta plataforma e explorar o seu funcionamento interno, a sua história e a razão pela qual ainda é relevante hoje em dia.
Preparado?

Vamos mergulhar!

o que é a usenet

Isenção de responsabilidade: Este material foi desenvolvido estritamente para fins informativos. Não constitui uma aprovação de quaisquer atividades (incluindo atividades ilegais), produtos ou serviços. O usuário é o único responsável pelo cumprimento das leis aplicáveis, incluindo as leis de propriedade intelectual, quando utiliza os nossos serviços ou se baseia em qualquer informação aqui contida. Não aceitamos qualquer responsabilidade por danos resultantes da utilização dos nossos serviços ou das informações aqui contidas, seja de que forma for, exceto quando explicitamente exigido por lei.

O que é a Usenet?

A Usenet é um sistema de rede global e descentralizado criado no final da década de 1970. Ao contrário dos sites ou plataformas tradicionais que dependem de servidores centralizados, a Usenet funciona através de um vasto conjunto de servidores interligados que alojam "newsgroups".

Estes newsgroups são como fóruns de discussão de tópicos específicos, onde os utilizadores podem enviar mensagens, responder a outros e até partilhar ficheiros. Cada mensagem ou ficheiro, uma vez publicado, é distribuído pela rede, assegurando a sua ampla disponibilidade. Ao longo dos anos, a Usenet evoluiu para se tornar não só um espaço de discussão, mas também um importante repositório de ficheiros, tornando-se uma plataforma de dupla finalidade para comunicação e partilha de conteúdos.

A Usenet pode ser considerada como um precursor dos actuais fóruns em linha e plataformas de redes sociais. Imagine se o Reddit e o Dropbox teve um filho na década de 1970 - isso seria a Usenet. 

Tal como hoje se percorrem vários subreddits, os utilizadores da Usenet navegavam por diferentes grupos de notícias. Cada grupo de notícias, tal como um subreddit, era dedicado a um tópico ou interesse específico. 

No entanto, a Usenet deu um passo em frente, não só permitindo discussões baseadas em texto, mas também facilitando a partilha de ficheiros, tal como o Dropbox ou o Google Drive funcionam atualmente. Embora as interfaces e as tecnologias tenham evoluído, a ideia central de criar comunidades para debates e partilha de ficheiros, que começou com a Usenet, ainda está viva hoje em dia, como podemos ver no Reddit, Quora, Discord e muitas outras plataformas.

Como funciona a Usenet

Imagine uma vasta rede interligada de servidores, cada um com um tesouro de discussões, artigos e ficheiros. Esta rede não é a Internet como a conhecemos normalmente, mas sim um sistema único chamado Usenet. Vamos analisar o seu funcionamento passo a passo:

1. Introdução

A Usenet é como um sistema gigante de bulletin board. Em vez dos sítios ou páginas que todos conhecemos, tem "newsgroups". Cada newsgroup é dedicado a um tópico ou interesse específico. Pense neles como quadros de discussão individuais ou fóruns onde as pessoas podem enviar mensagens ou responder a outras.

Retenção da Usenet
Foto de Eternal September

2. Descentralização

Ao contrário de muitas plataformas, a Usenet não depende de um único servidor central. Em vez disso, é descentralizada, ou seja, funciona através de uma rede de servidores que comunicam entre si. 

Quando alguém publica uma mensagem num newsgroup, esta é copiada e distribuída por vários servidores em todo o mundo. Isto garante que, mesmo que um servidor fique offline, a informação não se perde e permanece acessível a partir de outros servidores.

3. Artigos e binários

Na Usenet, os posts ou mensagens individuais são designados por "artigos". Estes podem ser simples discussões de texto ou ficheiros mais complexos conhecidos como "binários". 

Estes últimos podem ser qualquer coisa, desde imagens e vídeos a software e documentos.

4. Hierarquias e organização

Os grupos de notícias estão organizados em hierarquias com base no seu tema para facilitar a navegação. 

Por exemplo, os newsgroups que começam por "comp." estão relacionados com computadores, enquanto os que começam por "sci." são sobre ciência. 

Esta abordagem estruturada ajuda os utilizadores a encontrar e participar em debates que lhes interessam muito mais facilmente.

5. Protocolos

Nos bastidores, a Usenet funciona utilizando protocolos e conjuntos de regras específicos. 

O mais comum é o Network News Transfer Protocol (NNTP). Tal como os sítios Web utilizam HTTP ou HTTPS para funcionar, a Usenet baseia-se no NNTP para transferir artigos de notícias e dados de forma eficiente entre servidores e utilizadores.

6. Retenção e disponibilidade

Uma das características únicas da Usenet é a "retenção". Refere-se ao tempo que um servidor mantém os artigos antes de serem eliminados. Também verá esta caraterística crucial nas páginas iniciais ou nos anúncios de todos os fornecedores da Usenet, tais como Easynews ou NZBPlanet.

Preços da Usenet.
Foto de Easynews.

Alguns servidores podem reter artigos durante alguns dias, enquanto outros podem mantê-los durante anos. Isto é crucial para os utilizadores que pretendem aceder a discussões ou ficheiros mais antigos.

Aceder à Usenet

Para entrar no vasto mundo da Usenet, são necessárias determinadas ferramentas e serviços para começar com a Usenet. Eis o que precisa de saber antes de aceder à Usenet e garantir uma experiência segura e eficiente:

1. Escolher um fornecedor de Usenet

Esta é a sua principal porta de entrada para a Usenet. Estes fornecedores oferecem acesso aos servidores da Usenet, com diferentes níveis de acesso, taxas de retenção (quanto tempo os artigos são mantidos) e taxas de conclusão (disponibilidade de mensagens). A escolha do fornecedor pode ter um impacto significativo na sua experiência Usenet, pelo que é essencial selecionar um que corresponda às suas necessidades.

2. Software de leitura de notícias

Pense nisto como o seu browser da Usenet. Tal como precisa de um navegador Web como o Chrome ou o Firefox para aceder a sítios Web, um leitor de notícias permite-lhe navegar na Usenet. Permite-lhe navegar, descarregar e publicar artigos. Alguns leitores de notícias populares são o Forte Agent, o Xnews e o NewsXpress.

3. Ficheiros NZB

Pesquisar na Usenet pode ser um pouco como procurar uma agulha num palheiro devido à sua vastidão. Os ficheiros NZB simplificam este processo. 

Funcionam como um roteiro para conteúdos específicos na Usenet, guiando o seu leitor de notícias para a localização exacta do conteúdo que procura.

4. Utilizar um proxy para aumentar a segurança 

Atualmente, a privacidade e a segurança online são fundamentais. Embora o acesso à Usenet seja geralmente seguro, existe sempre o risco de expor o seu endereço IP, que pode revelar a sua localização e actividades em linha.

É aqui que entra um proxy. Um servidor proxy actua como um intermediário entre si e a Usenet, mascarando o seu endereço IP e fornecendo uma camada adicional de anonimato. 

A utilização de um proxy garante que as suas actividades na Usenet permanecem privadas e também oferece proteção contra potenciais ameaças online. Pode sempre confiar em Rapidseedbox para o manter seguro.

Utilizar a Usenet de forma eficaz

A Usenet, com a sua história rica e enorme quantidade de grupos de notícias, oferece uma plataforma única para debates e partilha de ficheiros. Para usufruir de todo o seu potencial, é necessário compreender as suas melhores práticas. 

Curioso sobre a Usenet?

Desbloqueie todo o potencial da Usenet com as seedboxes de alta velocidade do RapidSeedbox. Desfrute de downloads mais rápidos, ligações seguras e suporte excecional para uma experiência Usenet superior.

Eis uma forma de utilizar a Usenet eficazmente:

1. Compreender o que são Newsgroups

No coração da Usenet estão os newsgroups, que estão organizados por assunto. Antes de mergulhar, familiarize-se com os diferentes grupos de discussão disponíveis e os seus tópicos específicos. Isto ajudá-lo-á a encontrar comunidades que correspondam aos seus interesses e conhecimentos.

2. Ser ativo e respeitador

A Usenet é uma plataforma de discussão, pelo que a participação ativa é encorajada. No entanto, lembre-se de que se trata de uma comunidade diversificada com utilizadores de diferentes origens. Participe sempre nos debates com respeito e evite linguagem de confronto ou ofensiva.

3. Tirar partido dos ficheiros NZB

Como mencionado anteriormente, os ficheiros NZB funcionam como roteiros para conteúdos específicos na Usenet. Ao utilizá-los, pode simplificar o seu processo de pesquisa e localizar rapidamente o conteúdo que lhe interessa. Utilize clientes NZB populares (ou leitores de notícias) como SABnzbd ou NZBGet.

4. Grupos de notícias moderados vs. não moderados

Alguns newsgroups na Usenet são moderados, o que significa que as mensagens são revistas por um moderador antes de serem distribuídas. Isto pode garantir um certo nível de qualidade e relevância nos debates. 

Dependendo das suas preferências, pode optar por newsgroups moderados para debates mais estruturados ou não moderados para um fluxo de ideias mais livre.

5. Utilizar rótulos universalmente reconhecidos

Os utilizadores da Usenet trocam artigos marcando-os com etiquetas universalmente reconhecidas. A compreensão destas etiquetas pode melhorar a sua experiência na Usenet, permitindo-lhe categorizar e encontrar artigos de forma mais eficiente.

6. Manter-se seguro

Embora a Usenet seja geralmente segura, é essencial ser cauteloso. Certifique-se de que utiliza software antivírus fiável e atualizado. Evite descarregar ficheiros de fontes desconhecidas e tenha cuidado ao partilhar informações pessoais. Utilizar um procuradorcomo discutido anteriormente, pode adicionar uma camada extra de segurança às suas actividades Usenet.

7. UUCP para a Internet 

A Usenet tem evoluído ao longo dos anos. Embora inicialmente se baseasse no protocolo Unix-to-Unix Copy (UUCP), atualmente funciona predominantemente através da Internet. Conhecer esta transição e as tecnologias subjacentes à Usenet pode ajudá-lo a navegar nela de forma mais eficaz.

8. Utilizar fontes diferentes

Embora a Usenet seja um tesouro de informações, é sempre uma boa ideia cruzar as informações com outras fontes, especialmente se estiver a contar com elas para fins de investigação ou académicos.

Usenet e privacidade

Atualmente, tendo em conta que as violações de dados e os ciberataques são cada vez mais comuns, a importância da privacidade em linha não pode ser subestimada. 

A Usenet, com a sua estrutura descentralizada, oferece inerentemente um certo grau de privacidade. No entanto, tal como acontece com qualquer plataforma online, existem potenciais vulnerabilidades às quais deve estar atento.

1. Privacidade na Usenet

Ao contrário de muitas plataformas modernas que rastreiam e visam o comportamento do utilizador, a Usenet não regista as actividades do utilizador. Isto significa que as suas discussões, transferências e carregamentos não estão associados a um perfil pessoal, o que oferece uma camada de anonimato.

2. Exposição do endereço IP

Embora a Usenet em si não rastreie os utilizadores, o seu endereço IP (um identificador único da sua ligação em linha) pode ser exposto quando se liga aos servidores da Usenet. Isto pode potencialmente revelar a sua localização e actividades online a olhos curiosos.

3. O proxy pode ajudar:

Um servidor proxy actua como intermediário entre o seu computador e os servidores da Usenet. 

Quando utiliza um proxy, é o endereço IP do proxy que é exposto aos servidores da Usenet, não o seu. Isto oculta o seu endereço IP real, garantindo uma camada adicional de privacidade. 

Além disso, um proxy pode proporcionar velocidades de ligação mais rápidas ao armazenar em cache o conteúdo frequentemente acedido. Dadas estas vantagens, a utilização de um proxy pode ser mais vantajosa do que uma VPN para os utilizadores da Usenet. Embora VPNs encriptar toda a sua ligação em linha, que por vezes pode diminuir a velocidade, um proxy concentra-se especificamente na sua ligação Usenet, garantindo o melhor desempenho.

4. Como escolher o fornecedor de proxy correto

Ao selecionar um proxy para a Usenet, é essencial escolher um que não guarde registos, que suporte o protocolo NNTP (utilizado pela Usenet) e que ofereça servidores em vários locais para velocidades ideais.

5. Medidas de segurança adicionais: 

Para além de utilizar um proxy, também é aconselhável utilizar a encriptação SSL quando se liga à Usenet. Muitos fornecedores da Usenet oferecem ligações SSL, que encriptam os dados transferidos entre o seu computador e o servidor da Usenet, adicionando outra camada de segurança.

Considerações adicionais

A Usenet, embora seja uma ferramenta poderosa, tem o seu próprio conjunto de considerações que deve ter em conta:

1. Diversidade de conteúdos 

A Usenet é extremamente grande, com mais de 100.000 grupos de notícias que cobrem uma vasta gama de tópicos. Desde discussões académicas a grupos de amadores, a diversidade é inigualável. 

No entanto, isto também significa que tem de estar consciente dos grupos de discussão em que participa e do conteúdo que precisa de consumir.

2. Curva de aprendizagem

Para os recém-chegados, a Usenet pode parecer um pouco complicada. Ao contrário das modernas plataformas de redes sociais como o Facebook, X ou Instagram, com interfaces fáceis de utilizar, a Usenet exige um pouco mais de conhecimentos técnicos. 

É essencial investir tempo para compreender como navegar e utilizá-lo eficazmente.

3. Segurança e proteção 

Embora a Usenet ofereça um certo grau de anonimato, não é totalmente privada. Deve evitar partilhar informações pessoais. Além disso, como em qualquer plataforma online, existe o risco de encontrar conteúdos maliciosos. É fundamental ter um software antivírus fiável e ter cuidado para não descarregar ficheiros de fontes desconhecidas.

4. Regras e comportamento 

A Usenet tem o seu próprio conjunto de regras não escritas e de etiqueta. Por exemplo, publicar a mesma mensagem em vários grupos de discussão não é geralmente correto. É essencial compreender estas normas para que possa ter uma experiência positiva na Usenet.

5. Retenção e disponibilidade

Nem todos os fornecedores da Usenet oferecem as mesmas taxas de retenção. Esta última refere-se ao tempo que uma mensagem permanece disponível no servidor. Antes de escolher um fornecedor, é essencial verificar as respectivas taxas de retenção, especialmente se estiver interessado em aceder a mensagens mais antigas.

6. Fixação de preços

Embora existam servidores Usenet gratuitos disponíveis, muitos fornecedores premium cobram uma taxa. Os serviços pagos oferecem frequentemente velocidades de transferência mais rápidas, melhores taxas de retenção e ligações mais fiáveis. No entanto, deve considerar os prós e os contras e decidir o que é melhor para as suas necessidades.

7. Legalidade

A Usenet é uma plataforma onde os utilizadores podem partilhar todo o tipo de ficheiros, incluindo conteúdos protegidos por direitos de autor. 

Só no ano passado, Foram instaurados 484 589 processos por violação de direitos de autor. É fundamental estar ciente das implicações legais do descarregamento e da partilha deste tipo de conteúdos. Certifique-se sempre de que tem o direito de aceder ou distribuir qualquer material com que se envolva.

Conclusão

A Usenet, apesar de ser uma relíquia antiga dos primórdios da Internet, continua a prosperar na sombra. A sua conceção robusta, o seu espírito democrático e a comunidade empenhada mantêm-na viva ainda hoje. 

Apesar da constante evolução da Internet e das diferentes plataformas, esta é uma recordação da ideia inicial da Internet de ser um espaço de comunicação aberto e sem filtros.

Curioso sobre a Usenet?

Desbloqueie todo o potencial da Usenet com as seedboxes de alta velocidade do RapidSeedbox. Desfrute de downloads mais rápidos, ligações seguras e suporte excecional para uma experiência Usenet superior.

Sobre o autor Deyan Georgiev

Avatar de Deyan Georgiev

Deyan Georgiev é o chefe da VPNCentral. Ele é especialista em software e tecnologia, focado em privacidade online e proteção de dados. Ele é um especialista certificado em cibersegurança e IoT pela University of London e pela University of Georgia. Além disso, Deyan é um defensor ávido da proteção de dados pessoais. Ele também possui uma especialização em privacidade da Infosec.

Junte-se a mais de 40 mil assinantes da newsletter

Receba atualizações regulares sobre casos de uso de Seedbox, guias técnicos, proxies, além de dicas de privacidade e segurança.

  1. A Usenet é um sistema de discussão global distribuído semelhante aos fóruns, com tópicos separados em "grupos de notícias".

Diga o que você está pensando

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *